O que são plantas bt?

Plantas bt são espécies desenvolvidas através de métodos da biotecnologia. O objetivo com isso é criar plantas geneticamente modificadas e que sejam resistentes a pragas e a doenças.

E para que haja essa resistência nessas plantas, o que os cientistas fazem é inserir no DNA delas um gene que possui uma proteína que é maléfica para alguns insetos como, por exemplo, a lagarta.

O ponto positivo é que essa proteína afeta apenas os insetos, não causando danos para outros organismos, plantas ou para o ser humano.

 

Um pouco da história das plantas bt

A descoberta da primeira bactéria bt foi feita por um japonês Shigetane Ishiwatari em 1902. Mas somente em 1920 essa bactéria viria a ser usada como um inseticida pelos agricultores. Então, em 1938, fora comercializado o primeiro produto a base de bt na França.

Mas foi apenas em 1995 que as plantas transgênicas entraram em cena, quando os Estados Unidos aprovaram a primeira espécie de milho que fazia uso de um gene da bactéria.

No Brasil, no entanto, as culturas bt só vieram a ser introduzidas após a aprovação da Lei de Biossegurança (Lei 11.105/2005). Essa Lei é a que regulamenta o uso de plantas bt.

O termo “bt” é uma sigla composta pelas iniciais nome científico da bactéria chamada de Bacillus thuringiensis. Essa bactéria é encontrada no solo é produz uma proteína que é letal para alguns tipos de insetos.

Logo, as culturas bt contribuem para fazer o controle das pragas que afetam ano após anos as plantações e geram prejuízos gigantescos.

Esse é um problema ainda maior no caso do Brasil, devido ao seu clima e as condições ambientais também. Por isso que os produtores rurais vem as plantas transgênicas como grandes aliadas.

O que acontece é que o clima brasileiro é ideal para o plantio seja feito em qualquer mês do ano. Mas se por um lado ele favorece o plantio, por outro lado esse clima também favorece a proliferação e a permanência dos insetos prejudiciais. Um exemplo disso é a lagarta-do-cartucho que afeta culturas de milho e soja.

 

Benefícios de optar pelas plantas bt

Como mencionado, o uso de culturas bt (plantas desenvolvidas com o uso da biotecnologia) trata-se de uma ferramenta essencial para os agricultores para enfrentar o ataque de insetos nas lavouras.

 

E dentre os benefícios de optar por plantas transgênicas, temos:

– Redução do uso de inseticidas;

– Como as plantas bt fazem o controle das pragas, há uma diminuição das substâncias tóxicas produzidas por fungos (micotoxinas) e que podem comprometer a plantação;

– Melhora a produtividade na lavoura, assim como, melhora também a qualidade dos alimentos produzidos devido a redução dos ataques das pragas;

– Reduz a aplicação de produtos químicos e o uso de combustíveis (CO2) no processo, devido a isso, traz como benefício também a preservação do meio ambiente;

– Ajuda também a proteger a saúde dos trabalhadores na lavoura, já que reduz o risco de intoxicações causadas pelos defensivos;

– Há uma redução dos custos de produção, uma vez que há uma diminuição nos gastos com pulverização que compreende mão-de-obra, combustível, entre outros;

– Afeta apenas os insetos que danificam a plantação, preservando aqueles que são benéficos e essenciais como os polinizadores como as abelhas.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *