Agentes parasitoides de pragas agrícolas: o que são e qual sua importância?

Os agentes parasitoides representam elementos essenciais para a agricultura atual, fazendo o controle das pragas agrícolas. Esses agentes contribuem para realizar o controle de pragas sem que, para isso, seja necessário o uso de produtos químicos que, além de gerarem custos, ainda podeM comprometer a qualidade dos produtos produzidos e dos trabalhadores no campo.

Mas como a biotecnologia é introduzida aqui? Ora, os agentes parasitoides podem ser desenvolvidos em laboratórios por meio dessa técnica. Assim, temos o que é conhecido como controle biológico de pragas, sem gerar efeitos colaterais para a cultura.

 

O que são agentes parasitoides?

Os agentes parasitoides são seres vivos que convivem com outros seres, impedindo que eles cheguem na fase reprodutiva. Eles atuam causando prejuízos ao organismo hospedeiro, o que faz com que a sobrevivência daquela espécie seja comprometida.

A principal característica deles é que precisam de um hospedeiro para que se desenvolvam. Dentro do controle biológico, os parasitoides tratam-se de organismos vivos benéficos para a cultura e que são capazes de diminuir a população de uma praga especifica. Assim, mantém-se um nível que não gere prejuízos financeiros para a lavoura. Os agentes parasitoides são também conhecidos como inimigos naturais dessas pragas ou agentes causadores de doenças. Vale mencionar que os parasitoides são apenas um dos grupos de agentes biológicos existentes.

 

Agentes parasitoides e sua eficiência no combate as pragas agrícolas

Alguns exemplos de parasitoides, que também são conhecidos como agentes biológicos, são as vespas Trichogramma e Cotesia, os quais costumam ser utilizados em programas de controle de pragas de forma biológica. Um exemplo de uso dessas vespas é para o controle de pragas que afetam as plantações de cana-de-açúcar e soja.

Já num outro exemplo mais prático temos o parasitoide T. galloi sendo usado para controle de pragas agrícolas, nesse caso, a T. galloi coloca seus ovos dentro dos ovos do inseto alvo (praga), então as larvas dele se alimentam do que há dentro dos ovos da praga. O resultado é que dentro de cada ovo onde o parasitoide depositou seu ovo surgirá uma vespa T. galloi que fará todo o processo novamente.

Grande parte dos agentes parasitoides fazem parte da ordem Hemiptera, qual compreendem insetos como percevejos, vespas, entre outros. E esses agentes conseguem atingir as pragas em seus mais variados estágios, tais como ovos, larvas, adultos, etc.

 

Benefícios do uso dos parasitoides

Como os parasitoides são encontrados na natureza, logo, o uso deles no campo encontra-se de acordo com o que é exigido pelo mercado no tocante a quantidade de produtos químicos presentes nos alimentos básicos. Mas há também muitos outros benefícios de fazer uso dessa solução na agricultura, os quais são:

– Com o uso desses agentes consegue-se evitar as pragas mais resistentes;

– O agricultor evita ter alimentos contaminados;

– Há uma redução da exposição dos agricultores e trabalhadores aos agrotóxicos e, por conseguinte, há menos pessoas doentes. Sem contar que, em muitos casos, é possível até mesmo evitar o uso de agrotóxicos;

– A qualidade do solo não é afetada pelo uso dessa solução;

– Como há uma redução do uso de agrotóxicos e substancias poluentes (tais como no uso de equipamentos), logo, há uma redução no risco de poluição ambiental.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *